Cuidados com o equipamento

12 de maio de 2015

1 Se não for utilizar o seu kite, proteja-o do sol. Com o tempo, os raios solares desbotam e enfraquecem o tecido e as costuras. Sob o sol muito quente, bexigas com muita pressão podem estourar.

2 Mantenha o kite distante de objetos e plantas que podem rasga-lo ou furar suas bexigas. Evite também guardar ou transportar o kite inflado, que é sempre mais vulnerável.

3 Após o uso, lave sempre suas linhas com água doce e deixe-as secar à sombra. Sempre que possível, lave também o kite.

4 Na praia, não exponha as bexigas ou abra suas talas. A areia que entra é muito abrasiva e, com a pressão, pode criar micro furos nas bexigas. Evite também a entrada de água e areia pelas válvulas, mantendo-as sempre fechadas.

5 Desate qualquer nó da linha, antes de voar com o kite. Eles a enfraquecem e fazem-na romper.

6 Sempre que parar de voar, enrole as linhas na barra ou deixe-as bem esticadas no chão. As linhas se embaraçam em segundos e demoram horas para serem desembaraçadas.

7 Enrole a linha em 8, para que ela não fique torcida. Linhas torcidas se embaraçam mais facilmente.

8 Se o kite rasgar, interrompa o vôo e providencie seu conserto. Caso contrário, o rasgo irá aumentar, inutilizando o kite.

9 Pancadas com o kite no chão ou na água causam o estouro da bexiga e rasgo das talas. Se a queda do kite for inevitável (e vc utiliza leash), solte a barra para aliviar o impacto.

10 Não guarde o kite molhado, pois o tecido pode mofar e se estragar.